Fiocruz é selecionada pela OMS para desenvolver nova vacina contra a Covid-19

Cerca de 30 empresas da América Latina participaram do processo; imunizante usa tecnologia de RNA mensageiro

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2021 18h03
EFE/EPA/JUNG YEON-JE / ArchivoFiocruz produz a vacina Astrazeneca no Brasil

A Fiocruz foi selecionada nesta terça-feira, 21, pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para desenvolver e produzir uma nova vacina contra a Covid-19. O imunizante deve ter a tecnologia de RNA mensageiro, como as vacinas da Pfizer e Moderna. A seleção é resultado de uma chamada mundial lançada no dia 16 de abril. Cerca de 30 empresas da América Latina participaram do processo. Além da Fiocruz, uma instituição da Argentina também foi selecionada. A fundação afirma que fez promissores avanços no desenvolvimento tecnológico de uma vacina de mRNA contra a Covid-19, atualmente em estágio pré-clínico. Segundo a OMS, a Fiocruz foi escolhida por causa desses avanços e de sua longa tradição na produção de imunizantes. A presidente da fundação, Nísia Trindade Lima, afirmou que ainda é cedo para falar em datas e cronograma. “O desenvolvimento de uma vacina da Fiocruz de mRNA é um passo fundamental para que o Brasil detenha o domínio tecnológico de duas plataformas fundamentais para o avanço no desenvolvimento de imunobiológicos. Com esse projeto e o apoio da OMS, estamos reafirmando nosso compromisso com a ciência e a tecnologia a serviço da população”, declarou.