Flávio Bolsonaro classifica denúncias contra Pedro Guimarães como ‘gravíssimas’

Senador ainda ressaltou a confiança que o governo Bolsonaro tem em Daniella Marques Consentino, indicada para a presidência da Caixa

  • Por Jovem Pan
  • 29/06/2022 23h53
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO Senador Flávio Bolsonaro usa máscara branca, camisa branca e terno azul Flávio ressaltou a confiança que o governo tem em Daniella para seguir a gestão

A Caixa Econômica Federal mudou de liderança nesta quarta-feira, 29. Após denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães renunciou ao cargo de presidente e Daniella Marques Consentino foi escolhida pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) para assumir o posto. Em entrevista à Jovem Pan, o senador Flávio Bolsonaro comentou a mudança e revelou sobre conversa entre seu pai e Pedro. “Não se pode tomar decisões em cima de boatos e a partir do momento que se tornam públicas as acusações gravíssimas, obviamente o presidente teve que tomar uma atitude. É inaceitável, caso se confirme essas denúncias”, disse. “Vamos aguardar as investigações, o Pedro entendeu a decisão do presidente de tirá-lo dessa função, que vinha desempenhando perfeitamente. Em contrapartida, a Daniela é uma pessoa que sou suspeito para falar, uma pessoa super competente e tem capacidade de manter o alto nível que o Banco vinha tendo com a gestão anterior e tenho certeza que ela vai cobrir muito bem essa função”, completou. Flávio chegou a citar que o presidente Bolsonaro fez ‘um gesto para evitar qualquer tipo de interpretação’ sobre a sua postura em relação às acusações contra Pedro e acertou escolhendo uma mulher.