Geraldo Alckmin assume presidência nacional do PSDB

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2017 12h58 - Atualizado em 09/12/2017 15h52
DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDOA convenção ficou marcada também pelo lançamento da candidatura do tucano à presidência da República em 2018, feito pelo prefeito de São Paulo, João Doria

Como esperado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, se tornou o novo presidente nacional do PSDB. Após a confirmação, com 470 votos a favor, três contra e uma abstenção, o tucano defendeu que o partido não faça alianças com nenhum partido envolvido em casos de corrupução.

A convenção ficou marcada também pelo lançamento da candidatura do tucano à presidência da República em 2018, feito pelo prefeito de São Paulo, João Doria.

“(Apoio) Não apenas como presidente nacional do PSDB, mas também, a vocês que são da militância do PSDB em todo o Brasil, para juntos termos a liderança de Geraldo Alckmin para caminhar à presidência da República do Brasil. Aplaudam de pé o futuro presidente do Brasil: Geraldo Alckmin”, bradou o prefeito.

Em entrevista à Jovem Pan, reproduzida neste sábado (9) no Jornal da Manhã, o ex-governador de São Paulo Alberto Goldman falou da necessidade a antecipação da convenção que determina uma nova comissão executiva diante da série de polêmicas que envolveram o partido, como o caso do senador Aécio Neves.

“É evidente que tudo aquilo que afeta algum membro dessa executiva, como afetou o presidente Aécio Neves, afeta todo o partido. E é exatamente por isso que nós decidimos agora antecipar o fim do mandato desta executiva para que pudéssemos ter uma comissão executiva nova”, afirmou.