Gustavo Bebianno morre aos 56 anos após infarto fulminante

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2020 07h30 - Atualizado em 14/03/2020 10h16
Dida Sampaio/Estadão ConteúdoBebianno foi coordenador da campanha de Jair Bolsonaro e ex-secretário geral da Presidência

O ex-ministro Gustavo Bebianno morreu neste sábado (14) após um infarto fulminante. A informação foi confirmada pelo presidente estadual do PSDB no Rio de Janeiro, Paulo Marinho. Bebianno era pré-candidato do partido à Prefeitura do Rio.

Bebianno foi coordenador da campanha de Jair Bolsonaro e ex-secretário geral da Presidência. O ex-ministro estava com o filho em seu sítio, localizado em Teresópolis, quando passou mal. Ele foi levado para uma unidade hospital da cidade, onde tentou ser reanimado pela equipe médica, mas não resistiu.

Segundo informações de Marinho ao Jornal da Manhã, provavelmente o enterro acontecerá ainda neste sábado (14) em Teresópolis.