‘Ideia fantasiosa de vitória em primeiro turno’, diz Marco Antônio sobre nova pesquisa de intenção de voto

Comentaristas do programa 3 em 1, da Jovem Pan, repercutiram novo levantamento em que Lula registra 43% das intenções de voto e Bolsonaro tem 33%

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2022 18h06 - Atualizado em 27/06/2022 18h10
Montagem/Estadão Conteúdo/Alan Santos Jair Bolsonaro e Lula Nova pesquisa aponta que no segundo turno Lula computa 52% das intenções de voto e Bolsonaro contabiliza 37%

Nova pesquisa de intenções de voto para a Presidência da República, divulgada nesta segunda-feira, 27, indica que o presidente Jair Bolsonaro (PL) diminuiu a diferença para o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva (PT) tanto no primeiro quanto no segundo turno. O levantamento, do Instituto FSB, contratado pela BTG Pactual, mostra que o petista registra 43% das intenções de voto, antes 33% do atual presidente. Já no segundo turno Lula computa 52% e Bolsonaro contabiliza 37%. A pesquisa foi realizada entre 24 e 26 de junho por meio de ligações telefônicas com 2 mil pessoas. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. O assunto foi tema no programa 3 em 1, da Jovem Pan, desta segunda-feira, 27.

Para o comentarista Marco Antônio Costa, independente se Lula estiver na frente do resultado, nenhum pré-candidato vai vencer as eleições no primeiro turno. “Acho essa ideia muito fantasiosa de vitória em primeiro turno. Inclusive, acho que qualquer um dos pré-candidatos não vai vencer desta forma. Acredito que vai ser disputado. Olhamos nas ruas manifestações gigantescas a favor do Bolsonaro. O Lula não tem essa liderança porque o discurso do PT está causando estranheza em muitas pessoas. Fala em defender bandido, minimizar os efeitos da corrupção, acabar com teto de gastos. Tudo que foi construído de maneira responsável e consequente, pelo zelo do futuro, ele fala em aniquilar tudo isso, em prol de um Brasil que ninguém quer”, comentou.

Confira a íntegra do programa 3 em 1, da Jovem Pan, desta segunda-feira, 27: