Joice Hasselmann contrata advogado Kakay para defesa técnica em suposto caso de agressão

Escritório de Antônio Carlos de Almeida Castro já conversou com presidente da Câmara, Arthur Lira, e disse que confia no trabalho da Polícia Legislativa

  • Por Jovem Pan
  • 30/07/2021 17h49 - Atualizado em 30/07/2021 18h25
Valter Campanato/Agência BrasilKakay foi contratado para defesa técnica de Joice Hasselmann

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, Kakay, confirmou nesta sexta-feira, 30, que assumiu a defesa técnica da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) nas investigações da suposta agressão sofrida por ela dentro do seu apartamento de Brasília no dia 17 de julho. O escritório dele deve acompanhar as investigações e disse que confia na Polícia Legislativa e na Polícia Civil do Distrito Federal para elucidar o caso. “A deputada sofreu graves lesões e, é óbvio, tem o direito de saber com precisão exatamente o que ocorreu. Por isso, a defesa técnica está se habilitando para contribuir na apuração dos fatos, sem nenhuma pretensão de participar ativamente dos atos investigatórios, que são de competência exclusiva da polícia”, consta trecho da nota.

A defesa de Hasselmann lembrou que a deputada já foi ouvida e disse que, mesmo que ela tenha diversos desafetos por causa da própria postura política e tenha dúvidas de que as lesões foram ocasionadas por uma queda, ela afirmou que “não seria leviana em apontar absolutamente nenhum suspeito”. O advogado também declarou que já conversou com o presidente da Câmara, Arthur Lira, a quem classificou como “extremamente correto” para contribuir com o que for necessário para as investigações. “A defesa reconhece no presidente da Câmara todos os requisitos necessários para uma condução correta e técnica”, finaliza documento. O Departamento de Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados encaminhou o inquérito das supostas agressões ao Ministério Público Federal na última terça-feira, 27. Agora, caberá à Procuradoria-Geral da República (PGR) oferecer ou não a denúncia à Justiça Federal.