Maia diz confiar em Campos Neto após acusá-lo de vazar conversa particular

Mais cedo, presidente da Câmara havia criticado o presidente do Banco Central pelo Twitter

  • Por Jovem Pan
  • 29/10/2020 11h37
ANTONIO MOLINA/ZIMEL PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO - 23/10/2020Segundo informações, Campos Neto procurou Maia preocupado com os efeitos que os embates políticos

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse, na manhã desta quinta-feira (29), que recebeu uma ligação do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, em que ele afirmou não ter divulgado à imprensa uma conversa pessoal dos dois. “Recebi há pouco ligação do presidente do BC afirmando que ele não divulgou à imprensa a nossa conversa. Diante da palavra do presidente, o vazamento certamente foi provocado por terceiros. Deixo aqui registrado a ligação e a confiança que tenho nele”, disse na publicação.

Mais cedo, Maia havia publicado que “a atitude do presidente do Banco Central de ter vazado para a imprensa uma conversa particular que tivemos ontem não está à altura de um presidente de Banco de um país sério”. Segundo informações, Campos Neto procurou Maia preocupado com os efeitos que os embates políticos e a demora para aprovação das reformas infligem no mercado financeiro. Na última terça-feira (27), Maia disse que o governo não tem interesse em votar MPs e que ele não é o responsável pela morosidade no debate. “Não sou eu que estou obstruindo [as votações], é a base do governo”, afirmou à jornalistas.