Major Olimpio diz que toda a executiva estadual do PSL-SP será substituída

  • Por Victoria Abel
  • 17/10/2019 20h26
Roque de Sá/Agência SenadoA decisão deve agravar ainda mais a crise interna enfrentada pelo PSL

Aliado do presidente do PSL, Luciano Bivar, o senador Major Olimpio (PSL-SP) afirmou nesta quinta-feira (17) que toda a executiva do partido de São Paulo será destituída. Além da saída do deputado federal Eduardo Bolsonaro do comando da sigla, todos os seus aliados serão retirados dos cargos de liderança, incluindo o deputado estadual Gil Diniz, que estava na vice-presidência.

“Já ficou definida pela executiva nacional do PSL a retirada da executiva estadual de São Paulo que tem o deputado Eduardo Bolsonaro à frente. Os deputados federais e estaduais deverão encontrar um consenso para construção de uma nova executiva”, disse Olimpio à Jovem Pan.

O senador ressaltou ainda que continua na liderança do Senado. Gil Diniz, por sua vez, afirmou que ainda não foi oficialmente informado sobre sua saída.

Mais cedo, a revista Crusoé divulgou que tanto Eduardo como o irmão e senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) seriam destituídos do comando da sigla por Bivar.

A decisão deve agravar ainda mais a crise interna enfrentada pelo PSL. Também nesta quinta, o presidente da República, Jair Bolsonaro, substituiu a liderança do governo no Congresso. No lugar da deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) foi colocado o senador Eduardo Gomes (MDB-GO).