Manaus enfrenta maior inundação de sua história; veja imagens

Rio Negro atingiu a maior cheia em 119 anos na capital; em todo o estado do Amazonas, 414.371 pessoas foram afetadas por alagamentos

  • Por Jovem Pan
  • 05/06/2021 19h57
Imagem: SANDRO PEREIRA/FOTO ARENA/ESTADÃO CONTEÚDONa foto, rua alagada na frente da feira da Manaus Moderna

O município de Manaus registrou neste sábado, 5, a maior cheia de sua história. De acordo com o Serviço Geológico do Brasil (SGB), a situação é classificada como “inundação severa”. Isso porque, o Rio Negro chegou ao nível mais alto desde 1902, quando iniciaram-se os registros históricos, atingindo 30 metros no Porto de Manaus. O recorde anterior foi ultrapassado no último dia 31, assim que o rio superou 29,97 metros – máxima de 2012. O último boletim publicado pela SGB nesta sexta-feira, 4, aponta ainda que o Rio Negro subiu a uma média de 1 cm por dia em Manaus na última semana.

“Confirmamos o prognóstico de que o nível do rio poderia alcançar 30 metros, emitido em 31 de maio. Para os próximos dias a tendência é de estabilização das cotas. Até a próxima semana pode ter início o processo de vazante, que deve ser lento e gradual. Portanto, o patamar de cheia severa deve se prolongar ao longo das próximas semanas”, registrou a SGB. Segundo o órgão, o que determina o alcançe destas cheias é a quantidade de chuva que caí sobre todas as bacias que drenam para a região, como a bacia do Negro, do Solimões e todos os seus afluentes. A Defesa Civil do Estado do Amazonas indica ainda que 414.371 pessoas foram afetadas por alagamentos, que tomaram 58 dos 62 municípios do estado.

Confira imagens da inundação histórica:

Veja registros feitos pelos moradores: