Mandetta diz que secretário fica no Ministério da Saúde

O ministro da Saúde não aceitou o pedido de demissão de Wanderson de Oliveira

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2020 17h07 - Atualizado em 16/04/2020 08h03
WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOWanderson de Oliveira, Luiz Henrique Mandetta e João Gabbardo, durante coletiva

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, anunciou que o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, fica na pasta. Ele havia divulgado sua própria demissão na manhã desta quarta-feira (15). Mandetta, no entanto, não aceitou o pedido.

“Entramos no Ministério juntos, estamos no Ministério e sairemos do Ministério juntos. Vamos trabalhar juntos até o momento de sairmos juntos do Ministério da Saúde e, por isso, fiz questão de vir até aqui hoje”, disse Mandetta em coletiva de imprensa.

Wanderson é um dos principais estrategistas da pasta e definiu junto aos demais integrantes da secretaria de Vigilância em Saúde as medidas de isolamento social estabelecidas para contenção do novo coronavírus.

Ainda nesta manhã, em mensagem direcionada aos colegas, Wanderson afirmou que a saída de Mandetta está “programada para as próximas horas ou dias”.

De acordo com as últimas informações da pasta, o Brasil tem até o momento 1.736 mortes e mais de 28 mil casos confirmados de Covid-19.