Ministério da Saúde anuncia compra de mais 100 milhões de doses da vacina da Pfizer

Anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, durante seu depoimento à CPI da Covid-19; não há previsão de entrega das unidades

  • Por Jovem Pan
  • 06/05/2021 17h14 - Atualizado em 06/05/2021 17h27
ANA LEAL/O FOTOGRÁFICO/ESTADÃO CONTEÚDO - 06/05/2021Em março, o governo federal já tinha acordado a compra de outras 100 milhões de unidades da vacina da Pfizer

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou na tarde desta quinta-feira, 6, durante seu depoimento à CPI da Covid-19, a compra de mais 100 milhões de doses da vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech. Serão destinados R$ 6,6 bilhões para a aquisição dos imunizantes, que devem chegar no Brasil ainda em 2021. O extrato de dispensa de licitação para a aquisição das doses foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União (DOU). Em anúncio anterior, Queiroga havia estimado a entrega das vacinas para outubro e dezembro deste ano. Em março, o governo federal já tinha assinado com a farmacêutica a compra de outras 100 milhões de unidades. O primeiro lote, com 1 milhão de doses, chegou ao Brasil na semana passada. Na última segunda-feira, 499 mil doses do laboratório foram enviado para todos os estados e Distrito Federal em divisão proporcional e igualitária. Até o momento, a única vacina que teve o uso definitivo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) foi a da Pfizer. A Coronavac e os imunizantes desenvolvidos pela Universidade de Oxford, em parceira com a Astrazeneca, e pela Janssen tiveram o uso emergencial autorizado.