Moro rebate Aras: Desconheço segredos ilícitos no âmbito da Lava Jato

O procurador-geral da República disse na última terça-feira que “é hora de ‘corrigir rumos’ para que ‘lavajatismo não perdure'”

  • Por Jovem Pan
  • 29/07/2020 12h11 - Atualizado em 29/07/2020 12h21
Gabriela Biló/Estadão ConteúdoNa ocasião, Aras afirmou que sua gestão visava acabar com o "punitivismo" do Ministério Público e que é contra a "caixa-preta" no MP

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, declarou em uma publicação no Twitter que desconhece segredos ilícitos no âmbito da Lava Jato. “Ao contrário, a Operação sempre foi transparente e teve suas decisões confirmadas pelos tribunais de segunda instância e também pelas Cortes superiores, como STJ e STF“, revelou. A declaração responde a uma fala do procurador-geral da República, Augusto Aras, que diz que “é hora de ‘corrigir rumos’ para que ‘lavajatismo não perdure'” e seja substituído no MP por outro modelo.

A declaração do PGR aconteceu na última terça-feira (29) em um debate virtual promovido por um grupo de advogados. Na ocasião, Aras afirmou que sua gestão visava acabar com o “punitivismo” do Ministério Público e que é contra a “caixa-preta” no MP. “Agora é a hora de corrigir os rumos para que o lavajatismo não perdure. Mas a correção de rumos não significa redução do empenho no combate à corrupção. Contrariamente a isso, o que nós temos aqui na casa é o pensamento de buscar fortalecer a investigação científica e, acima de tudo, visando respeitar direitos e garantias fundamentais”, afirmou.