“Na boca do povo só há uma palavra: impeachment”, diz jurista Hélio Bicudo

  • Por Jovem Pan
  • 13/12/2015 16h14
SÃO PAULO,SP,13.12.2015:PROTESTO-IMPEACHMENT DILMA ROUSSEFF - Hélio Bicudo, fundador do PT e um dos autores do pedido de impeachment de Dilma discursa durante protesto pede o impeachment da presidente do Brasil, Dilma Rousseff, na Avenida Paulista em São Paulo, SP, neste domingo (13). (Foto: Leonardo Benassatto/Futura Press/Folhapress) Folhapress Hélio Bicudo discursa sobre carro de som da Avenida Paulista

Aos 93 anos, o jurista Hélio Bicudo, um dos autores do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff aceito por Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi ao protesto pró-impedimento na Avenida Paulista deste domingo (13) e discursou sobre o carro de som do Movimento Vem Pra Rua.

Visivelmente emocionado, Bicudo disse depois aos repórteres Jovem Pan: “Não há como negar o impeachment. Não sou eu quem quer. Não é você. É o povo que quer. Quem é que tem coragem de parar um movimento que tem esse respaldo popular?”, questionou.

Bicudo defendeu que as teses pró-impedimento do documento que deve ser analisado pela Câmara dos Deputados “não se sustentam apenas nas pedaladas, mas também no descalabro que a presidente fez mergulhar o País na vida política, social e econômica”.

No fim de seu discurso (ouça acima), Bicudo proclamou: “Nessa avenida, nas ruas e praças de todo o Brasil, nossos corações transbordam um sentimento de justiça. Na boca do povo só há uma palavra: impeachment”.

Veja trechos do discurso de Bicudo abaixo:

“Lula, você não é dono do Brasil”

“Nós, hoje, o que exigimos e queremos: a devolução do nosso país cuja confiança o PT e seus apoiadores traíram. Nós todos nos propomos a resgatar a democracia brasileira, não porém por meio escusos nem por meio de chicanas. A democracia que queremos de volta será alcançada com base na Constituição da República”.

“O povo exige agora e já que o srs. parlamentares de Brasília cumpram com o seu dever e façam cumprir a Constituição, aprovando o afastamento da srª Dilma Rousseff”

Com entrevistas de Tiago Muniz e Victor LaRegina