Nove urnas eletrônicas precisaram ser substituídas durante as eleições em Macapá

Informações foram atualizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá às 16h

  • 20/12/2020 17h19 - Atualizado em 20/12/2020 17h25
Márcia do Carmo/ MTURDisputam a vaga de prefeito de Macapá os candidatos Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania)

Nove urnas eletrônicas precisaram ser substituídas em Macapá, onde o segundo turno da eleição municipal ocorre neste domingo, 20. As informações foram atualizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá por meio de boletim divulgado às 16h. Foram registradas 11 denúncias, cinco crimes eleitorais, um crime comum relacionado às eleições e uma prisão desde a abertura das urnas, às 7h. Até 12h, três urnas haviam sido trocadas, conforme boletim informativo emitido pelo Tribunal Superior Eleitoral. O pleito em Macapá deveria ter ocorrido em novembro junto aos 5.567 municípios, que já estão com seus vereadores e prefeitos eleitos. O adiamento para dezembro foi devido à crise de energia causada por um incêndio em transformadores de uma subestação da cidade. O primeiro turno na capital aconteceu no último dia 6, quando foram eleitos 23 vereadores. A votação contou coma a presença do presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, que esteve na cidade para acompanhar o processo. Disputam a vaga de prefeito de Macapá os candidatos Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania).

* Com Agência Brasil