Ônibus de turismo cai de viaduto em Minas Gerais e deixa 19 mortos

Acidente ocorreu na tarde desta sexta-feira, 4; até o momento, 13 feridos estão internados no município de João Monlevade e três foram encaminhados para Belo Horizonte

  • Por Jovem Pan
  • 04/12/2020 14h56 - Atualizado em 06/12/2020 08h13
Reprodução de vídeo do Twitter/04.12.2020Acidente aconteceu em uma estrada na cidade de João Monlevade, em Minas Gerais.

Um ônibus de turismo caiu de um viaduto em um trecho de ligação entre a BR-262 e BR-381, na cidade de João Monlevade, em Minas Gerais, na tarde desta sexta-feira, 4. Segundo as autoridades, dos 45 passageiros, 19 morreram no acidente — 12 no local e sete que chegaram a ser resgatas, mas não resistiram aos ferimentos. Outros 12 estão no Hospital Margaria, no município de João Monlevade, e três foram encaminhadas para unidades em Belo Horizonte. Sete passageiros já receberam alta e três não precisaram de atendimento. Uma pessoa permanece desaparecida.

Equipes do Corpo de Bombeiros e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) foram enviadas ao local para fazer o socorro das vítimas. A Polícia Civil estima que a queda tenha sido de uma altura de cerca de 23 metros. O veículo, da empresa Localima Turismo, ficou parcialmente destruído na queda. O “Jovem Pan Agora” confirmou que o destino era a cidade de Belo Horizonte, capital do estado, e que o coletivo era clandestino e não tinha autorização para levar passageiros. O ônibus partiu da Cidade de Mata Grande, no interior de Alagoas.

Segundo a assessoria dos Bombeiros, o episódio aconteceu após uma falha mecânica em um trecho de subida, fazendo com que o ônibus não conseguisse encaixar a “marcha de força”. O veículo começou a voltar pelo trajeto de ré, ultrapassou a mureta e caiu do viaduto. Ao perceberem a situação, seis pessoas conseguiram saltar para fora do ônibus antes da queda. Uma delas é o motorista, que fugiu e está desaparecido. Entre os que saltaram, três se feriram. A assessoria de imprensa dos Bombeiros informou que os feridos foram conduzidos para hospitais menores da região.

Em vídeos divulgados pelas redes sociais, é possível ver focos de incêndio no ônibus e nas proximidades do local da queda. O motivo do acidente ainda não foi identificado pela polícia, mas um caminhão também estaria envolvido na ocorrência. Por causa do ocorrido, um trecho da BR-381 está completamente interditado. O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), se disse “estarrecido” com o acidente e afirmou que “todo o aparato do governo foi colocado à disposição das vítimas”. “Toda a minha solidariedade aos familiares e amigos das vítimas do grave acidente que ocorreu nesta tarde, em João Monlevade”, escreveu nas redes sociais. Renan Filho (MDB), governador de Alagoas, também manifestou solidariedade. “Profundamente consternado com o trágico acidente do ônibus que levava passageiros do sertão alagoano de Mata Grande para São Paulo. Que Deus conforte as famílias dos mortos e que seja garantida a assistência adequada aos feridos. Estou decretando luto oficial de 3 dias em Alagoas pelas vítimas”, disse o filho do senador Renan Calheiros.