PF inicia investigação sobre tentativa de invasão em sistemas do MEC

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2019 15h07
Wikimedia CommonsSuspeitas de sabotagem foram comunicadas à PF pelo próprio MEC no dia 8 de agosto

Três peritos e um agente da Polícia Federal estiveram na manhã desta quinta-feira (22) na sede do Ministério da Educação (MEC), em Brasília, para iniciar a investigação sobre indícios de sabotagem nos sistemas da pasta.

Os investigadores foram recebidos pelo diretor de Tecnologia da Informação do MEC, Daniel Rogério. “A DTI [Diretoria de Tecnologia e Informação] apoia os trabalhos da Polícia Federal, de forma imparcial. E espera que o inquérito esclareça o que aconteceu”, disse.

Segundo comunicado da pasta, após colherem informações, os policiais seguiram para a sala cofre, onde ficam armazenados os servidores e os equipamentos de segurança. Os peritos levaram materiais que podem ajudar na apuração, incluindo um HD com dados.

Sobre a tentativa de invasão

As suspeitas de sabotagem foram comunicadas à Polícia Federal pelo próprio MEC no dia 8 de agosto. Quatro dias depois, o inquérito foi aberto.

Na época, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, garantiu que a população não seria prejudicada e determinou que os prazos dos serviços que apresentaram instabilidade fossem prorrogados. Os sistemas já foram restabelecidos e funcionam normalmente. Ainda não há prazo para a conclusão das investigações.