PGR pede que Fachin revogue decisão que validou delação de Cabral

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2020 14h20
Antonio Augusto / Secom / PGRSede da Procuradoria-geral da República (PGR)

Augusto Aras, procurador-geral da República, recorreu da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin que homologou a delação premiada do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

Segundo o procurador, “há elementos” que indicam que Cabral ainda oculta patrimônio e outros que sugerem que ele não entregou informações suficientes para colaborar de modo efetivo com as investigações.

Fachin, agora, decidirá se reverte a própria decisão ou se leva o caso a julgamento no plenário da Corte.

O acordo foi firmado com a Polícia Federal em dezembro. O teor está sob sigilo.