Prefeitura de São Paulo reserva 14 mil doses da Janssen para pessoas em situação de rua

Lote com 114 mil doses foi entregue neste sábado; restante das unidades será destinada à vacinação de pessoas entre 46 e 45 anos

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2021 22h40
KEVIN DAVID/A7 PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOLote de 114 mil doses da Janssen chegou a São Paulo neste sábado, 26

A Prefeitura de São Paulo anunciou neste domingo, 27, que reservou 14 mil das 114 mil doses do imunizante da Janssen recebidos neste sábado, 26, para vacinar as pessoas em situação de rua acima de 18 anos. A ideia da Prefeitura é concluir a imunização deste grupo com a vacina de aplicação única. Todos os moradores cadastrados nos centros de acolhida da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS) serão vacinados. Segundo a pasta, a vacinação contra Covid-19 no público cadastrado nos centros de acolhida da SMADS começou em fevereiro e mais de 21.754 doses foram aplicadas desde então. As outras 100 mil doses do imunizante foram distribuídas às 468 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e serão destinadas à vacinação do público elegível.

A partir desta segunda-feira, dia 28, a cidade de São Paulo começa a imunizar pessoas com 46 anos de idade, público estimado em 170.479 moradores da capital. Na terça-feira será a vez da faixa etária de 45 anos, com o mesmo público estimado. O munícipe que fizer parte dos públicos elegíveis abertos anteriormente também poderá se vacinar. A primeira ou a segunda dose dos imunizantes estão disponíveis nas UBSs, AMAs/UBSs Integradas, nos 17 Serviços de Atenção Especializada (SAEs), nos 16 mega postos com acesso a pedestres, nos mais de 130 postos volantes, na rede de farmácias parceiras e nos 20 postos que operam exclusivamente em sistema drive-thru.

O que é necessário para se vacinar?

A orientação da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo é que a população que for se vacinar nos próximos dias, apresente um comprovante de residência na capital, juntamente com os documentos pessoais, preferencialmente Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS).  O comprovante de endereço pode ser apresentado de forma física ou digital. Se não houver no próprio nome do munícipe, serão aceitos comprovantes em nome do cônjuge, companheiro, pais e filhos, desde que apresentado também um documento que comprove o parentesco ou estado civil, como Registro Geral (RG), certidão de nascimento, certidão de casamento ou escritura de união estável. É importante também fazer o preenchimento do pré-cadastro no site Vacina Já. É só inserir dados como nome completo, CPF, endereço, telefone e data de nascimento.