Prefeitura do Rio interdita loja de atacado após aglomeração e tumulto

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2020 20h59
RICARDO CASSIANO/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOMarcelo Crivella é o atual prefeito da cidade do Rio de Janeiro

A Prefeitura do Rio de Janeiro interditou e multou na manhã deste sábado (22) a loja da rede Tubarão Atacadão, na Taquara, zona oeste da capital. Em meio à pandemia da Covid-19, a inauguração da unidade, na última quinta-feira, 20, gerou aglomeração no portão de entrada do estabelecimento. Imagens do tumulto viralizaram nas redes sociais. A Guarda Municipal do Rio chegou a autuar o estabelecimento, mas uma inspeção realizada no sábado pela subsecretaria de Vigilância Sanitária constatou que houve reincidência. As orientações da equipe da Vigilância Sanitária para que a loja organizasse o acesso e diminuísse a concentração de clientes por metro quadrado, respeitando o distanciamento, não foram seguidas. O valor total das infrações aplicadas à rede já chega a R$ 10 792,08. Na sexta-feira, fiscais haviam constatado também a falta de licenciamento sanitário, além de aglomeração dentro e fora do estabelecimento. “É muito importante que os empresários, os comerciantes de uma maneira em geral, tenham o cuidado neste momento de evitar aglomerações. Pedimos para que não façam grandes liquidações, inaugurações, porque tudo isso chama a atenção de muito gente, e estamos no meio de uma pandemia”, diz Flávio Graça, superintendente de Educação e Projetos da Vigilância Sanitária.

Pelo Facebook a rede convocou os consumidores para sua inauguração da lona, no popular Mercadão de Jacarepaguá: “corre pra cá! A Mega Inauguração do Tubarão Atacadão na Taquara é daqui a pouco, a partir das 10h. Venha e aproveite nossas super ofertas de inauguração! Toda nossa loja está a PREÇO DE ATACADO, sem quantidade mínima”, dizia uma das várias postagens chamando a atenção para o evento. Vídeos mostram os funcionários da rede de atacado, que usavam máscaras, sendo empurrados por uma multidão na abertura dos portões da loja de utensílios domésticos.

Nas redes sociais, internautas criticaram a confusão. “Gente… o TUBARÃO ATACADÃO vai ter que mudar de nome pra CORONA ATACADÃO Que loucura irresponsável dessa loja”, disse um usuário do Twitter. “Tubarão Atacadão com aglomeração em meio a uma pandemia. Nome apropriado. É uma analogia ao filme Tubarão e o prefeito que diz que está tudo bem e os banhistas podem entrar na água”, comentou outro.

*Com informações do Estadão Conteúdo