Procurador de Registro vira réu por tentativa de feminicídio após espancar chefe

Demétrius Macedo está preso preventivamente; caso, dentro da prefeitura, teve repercussão nacional

  • Por Jovem Pan
  • 28/06/2022 21h13
Reprodução/Twitter/@Marlonluz procurador | Registro Agressões foram registrados no último dia 20 dentro da Prefeitura de Registro

O procurador municipal de Registro, no Vale do Ribeira, Demétrius Oliveira de Macedo, virou réu por tentativa de feminicídio. Nesta terça-feira, 28, a Justiça de São Paulo aceitou a denúncia do Ministério Público do Estado contra o servidor, que espancou, dentro da prefeitura, a procuradora-chefe Gabriela Samadello Monteiro de Barros. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o exato momento das agressões, ocorridas no último dia 20. De acordo com a vítima, o motivo seria a abertura de um processo disciplinar contra o procurador motivado pela agressividade no trabalho. No vídeo, Gabriela é derrubada no chão e recebe socos e pontapés do procurador, além de agressões verbais.

A procuradora-chefe registrou um boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial de Registro. A princípio, o delegado Fernando Carvalho Gregório não prendeu Macedo em flagrante. No entanto, o caso gerou repercussão nacional e a Polícia Civil pediu a prisão preventiva do procurador. Macedo foi encontrado em um hospital psiquiátrico, em Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo.

*Com informações do Estadão Conteúdo.