Renan vai representar contra Dallagnol no Conselho do Ministério Público

  • Por Jovem Pan
  • 16/01/2019 15h14 - Atualizado em 16/01/2019 15h21
Jefferson Rudy/Agência SenadoNa terça, o senador disse que procurador age como "um ser possuído"

Candidato à presidência do Senado Federal, Renan Calheiros (MDB-AL) afirmou nesta quarta-feira (16) que vai entrar com representação no Conselho Nacional do Ministério Público contra o coordenador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol.

O procurador tem encabeçado, nas redes sociais, um abaixo-assinado a favor do voto aberto para o pleito que vai escolher os novos comandantes do Congresso Nacional. Um pedido do tipo já foi negado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

“Quando fevereiro chegar, entraremos no Conselho Nacional do Ministério Público contra Deltan Dallagnol, que continua a fazer política com declarações, tweets e retweets”, escreveu o senador Renan Calheiros no Twitter.

Na terça-feira (15), o emedebista também já havia criticado o procurador da Lava Jato e afirmou que Dallagnol “continua a proferir palavras débeis, a julgar sem isenção e com interesse político, como um ser possuído”.