RJ: Cinemas e teatros podem reabrir a partir desta segunda-feira

Também está autorizada a retomada das aulas presenciais nas escolas particulares do Estado; no entanto, colégios da capital não devem retomar o ensino presencial por decisão judicial

  • Por Jovem Pan
  • 14/09/2020 11h02 - Atualizado em 14/09/2020 11h06
Fernando Frazão/Agência BrasilTheatro Municipal do Rio de Janeiro completa 109 anos

Cinemas, teatros e anfiteatros da cidade do Rio de Janeiro estão autorizados a retomar parcialmente as atividades a partir desta segunda-feira, 14. Fechados desde março por causa das medidas de isolamento social adotadas para conter a Covid-19, os estabelecimentos comerciais podem funcionar com ocupação de até 50% da capacidade total e assentos numerados. No entanto, a venda e o consumo de alimentos e bebidas segue proibida. Ingressos devem ser vendidos apenas online ou em caixas de auto atendimento. Ao mesmo tempo, a modalidade drive-in tem restrição de duas pessoas por veículo ou ocupação máxima no caso de membros da mesma família. Museus, espaços de exposição e bibliotecas foram permitidos desde o dia 1º, com a reserva de 4 metros quadrados por pessoa. No Rio de Janeiro, já reabriam o Museu do Amanhã e o Museu de Arte Moderna.

Entre as atualizações do plano de retomada anunciados na sexta-feira, 11, pela prefeitura está também a proibição de bares e lanchonetes venderem bebidas alcoólicas para consumo externo a partir das 22h, bem como vendedores ambulantes. A punição para quem descumprir a regra passou de interdição por 24 horas para suspensão por sete dias, além da multa no valor de R$ 13 mil. Nesta fase de retomada, chamada de 6A, o comércio de rua, galerias e centros comerciais tiveram o horário de funcionamento liberado. Continua proibido o estacionamento na orla durante os fins de semana. Também estão vedados eventos sociais como casamentos, bodas, aniversários, formaturas, confraternizações, coquetéis, inaugurações, lançamentos, cerimônias oficiais e diplomáticas. Apenas casas de festas infantis estão liberadas, com restrição a um terço da capacidade e sem ultrapassar a regra de quatro metros quadrados por pessoa. As escolas municipais estão apenas com os refeitórios abertos.

Também está autorizada, a partir desta segunda-feira, a retomada das aulas presenciais nas escolas particulares do Estado Rio de Janeiro. No entanto, a rede pública, inclusive as universidades, pode voltar apenas a partir de 5 de outubro. Nos dois casos, a volta só será permitida se a unidade estiver situada em região geográfica há pelo menos duas semanas em situação de baixo risco de disseminação do coronavírus, identificada pela “bandeira amarela”. Embora o governo estadual tenha autorizado o retorno nessas datas e condições, as escolas particulares da capital do Rio de Janeiro não retomarão as atividades presenciais por conta de uma decisão judicial anterior, que segue em vigor, segundo nota divulgada pela prefeitura neste domingo, 13.

*Com Agência Brasil e Estadão Conteúdo