Rj: Polícia cumpre 21 mandados de prisão em operação contra fraudes no bilhete único

Segundo a investigação, o esquema causou prejuízo de mais de R$ 6 milhões aos cofres públicos

  • Por Jovem Pan
  • 23/09/2020 10h31
Fernando Frazão/Agência BrasilRio de Janeiro - Metrô Rio lança serviço de pagamento da tarifa por tecnologia de aproximação, com cartões, celulares e outros dispositivos, diretamente nas catracas de embarque das estações.(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro deflagrou, nesta quarta-feira, 23, uma operação contra uma organização criminosa que fraudava o sistema de cartões do transporte coletivo bilhete único. A ação conta com a participação de pelo menos 30 agentes da Delegacia de Capturas (DC-Polinter) e da Delegacia do Consumidor (Decon). Ao todo, estão sendo cumpridos 21 mandados de prisão e 30 de busca e apreensão. Segundo informações da Polícia Civil, oito pessoas foram presas até o momento e responderão pelos crimes de organização criminosa e estelionato.

A investigação, iniciada há pouco mais de um ano, aponta que o esquema causou prejuízo de mais de R$ 6 milhões aos cofres públicos, inserindo créditos de forma fraudulenta nos cartões de transporte, que depois eram usados em diversas estações de trem, causando um grande prejuízo ao Estado, já que as passagens são subsidiadas pelo Poder Público, por meio dos impostos dos contribuintes. Em nota, a Polícia Civil informa que a apuração levantou que os criminosos, que causavam um prejuízo mensal de mais de R$ 500 mil, totalizando mais de R$ 6 milhões somente durante o período da investigação.

*Com Agência Brasil