Roberto Campos Neto toma posse do BC após reunião no Planalto

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2019 11h25
Marcelo Camargo/Agência BrasilIndicado pelo presidente Jair Bolsonaro, ele foi um dos formuladores da política econômica do atual governo

Após ser sabatinado pelo Senado na última terça, o economista Roberto Campos Neto tomou posse como presidente do Banco Central (BC) em reunião privada no Palácio do Planalto na manhã desta quinta (28). A cerimônia oficial de transmissão do cargo, no entanto, ocorrerá depois do Carnaval.

Campos assume o lugar de Ilan Goldfajn, que estava no comando da instituição desde junho de 2016. Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, ele foi um dos formuladores da política econômica do atual governo.

O economista nasceu em 1969 e é mestre na área pela Universidade da Califórnia, além de ter longa trajetória no sistema financeiro, com destaque para a passagem pelo Banco Santander.

Ele é neto do economista, diplomata e escritor Roberto Campos (1917-2001), defensor do liberalismo econômico, que participou do governo Juscelino Kubitschek e foi ministro do Planejamento do governo Castello Branco.

Com Agência Brasil