Maia quer votar PEC que ‘trava’ coronavoucher entre hoje e amanhã

  • Por Jovem Pan
  • 01/04/2020 11h56
Fátima Meira/Estadão ConteúdoRodrigo Maia é o atual presidente da Câmara dos Deputados

Durante teleconferência com o Bradesco BBI, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender a proposta de emenda constitucional (PEC) chamada de “orçamento de guerra”.

“Orçamento de guerra organiza governo, LRF e regra de ouro”, disse Maia, que revelou que pretende votar a PEC entre esta quarta (1) e quinta-feira (2), com tramitação da matéria em plenário ainda nesta quarta.

A PEC do Orçamento de Guerra é considerada crucial porque libera o governo de seguir algumas regras fiscais nos gastos extraordinários devido à pandemia do novo coronavírus. Entre eles, o “coronavoucher”, auxílio emergencial de R$ 600 para trabalhadores informais.

“Se o Maia aprovar (a PEC), o dinheiro (do “coronavoucher”) sai em 24 horas”, chegou a dizer o ministro da Economia, Paulo Guedes, após ser pressionado pelo presidente da Câmara dos Deputados.

*Com informações do Estadão Conteúdo