São Paulo registra madrugada mais fria do ano com mínima de 6,7°C

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) anunciou que o fim de semana deve ser o mais frio do ano

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2020 12h43
José Cruz/EBC/FotosPúblicasFim de semana deve ser o mais frio do ano em São Paulo

A madrugada deste sábado, 22, na capital paulista foi a mais fria do ano. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), as temperaturas mais baixas foram registradas pouco antes da meia-noite, com média de 8,1°C na cidade e mínima de 6,7°C na região de Capela do Socorro. O sábado começou gelado e céu encoberto, com chuviscos, condição que deve persistir durante todo o dia. As máximas não devem superar os 14ºC.

A tarde da sexta-feira, 21, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), já havia sido a segunda de agosto com menor temperatura dos últimos 60 anos. De acordo com as medições da estação meteorológica automática do Inmet- Mirante de Santana, a temperatura às 15h era de apenas 9,3°C. Ela só foi superada pelos 8,8°C medidos no dia 19 de agosto de 1987.

Segundo o CGE, nos próximos dias o tempo deve melhorar e o sol retornará entre nuvens, o que ajuda a diminuir um pouco a sensação de frio intenso, mas somente no período das tardes, já que as madrugadas seguem geladas. O Inmet disse, ainda, que a onda de frio vai persistir no fim de semana e manter todo o estado de São Paulo com baixas temperaturas. Nas madrugadas até segunda-feira, 24, a cidade de São Paulo deve bater o recorde de frio para o ano mais de uma vez. A temperatura entra em elevação a partir de terça-feira, 25, com o maior afastamento do ar frio intenso, mas as noites e o amanhecer continuam frios.

*Com Agência Brasil