São Paulo tem 2º caso de coronavírus confirmado, diz Ministério

  • Por Jovem Pan
  • 29/02/2020 17h39 - Atualizado em 29/02/2020 20h36
EDMAR BARROS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOSão Paulo teve o segundo caso de COVID-19 confirmado neste sábado (29)

Um homem de São Paulo, que retornou da Itália na última quinta-feira, testou positivo para o coronavírus. O Ministério da Saúde confirmou a informação neste sábado (29) para a reportagem da Jovem Pan.

Segundo o Ministério, o homem tem 32 anos e decolou de Milão, na região da Lombardia. Ele começou a apresentar os sintomas do COVID-19 ainda no voo. Por isso, usou máscara já dentro do avião, durante a vinda ao Brasil.

O homem estava com febre, mialgia (dor muscular) e cefaléia (dor de cabeça). Ele foi atendido no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e recebeu a orientação de isolamento domiciliar, uma vez que o quadro clínico é leve e estável.

Durante o voo, o homem estava acompanhado da esposa, que não apresentou sintomas.

Este é o segundo caso do vírus em São Paulo – e no Brasil. De acordo com o Ministério, no entanto, “não há mudança no cenário nacional” e nem “elementos que indiquem a circulação do vírus no País”.

Na última semana, um homem também vindo da Itália, sem qualquer relação com o possível segundo caso, foi o primeiro paciente diagnosticado com coronavírus. Ele passa bem e está sendo monitorado.

A Plataforma Integrada de Vigilância em Saúde foi atualizada e, agora, o Brasil tem 207 casos suspeitos, dois confirmados e 79 descartados. São Paulo é o estado com maior número de suspeitos, 91, além dos 2 casos confirmados. Até sexta-feira, eram 182 casos suspeitos e apenas um confirmado.

Confira, abaixo, a nota emitida pelo Ministério de Saúde no fim da tarde deste sábado:

Não há mudança no cenário nacional, ou seja, não há elementos que indiquem a circulação do vírus no país. Paciente chegou da Itália no dia 27/2

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo notificou o Ministério da Saúde mais um caso importado, confirmado, do COVID-19. Apesar da nova confirmação, não há mudança da situação nacional, pois não existem evidências de circulação sustentada do vírus em território brasileiro. O paciente esteve na Itália. O ministério considerou final os testes realizados pelo Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), o exame específico para SARS-CoV2 (RT-PCR, pelo protocolo Charité), conforme preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Foi orientado ao HIAE que encaminha uma alíquota da amostra ao Instituto Adolfo Lutz, para monitoramento genético do vírus.

O paciente, homem, possui 32 anos, residente em São Paulo, e foi atendido no Hospital Israelita Albert Einstein no dia 28/2. Ele chegou em São Paulo dia 27/02, de voo procedente de Milão (Itália), na região da Lombardia (norte do país), quando também iniciou os sintomas. Durante o voo, usou máscara. No atendimento, foram relatados febre, mialgia (dor muscular) e cefaléia (dor de cabeça). Recebeu a orientação de isolamento domiciliar, uma vez que o quadro clínico é leve e estável. O hospital adotou todas as medidas preventivas para transmissão por gotículas.

Segundo relato, utilizou máscara durante toda a viagem de retorno ao Brasil, acompanhado da esposa, seu único contato domiciliar, que está assintomática. Ambos estão isolamento domiciliar e monitoramento diário pela Secretaria Municipal de São Paulo.

A investigação de contatos próximos durante o voo e outros locais está em curso por meio das secretarias estadual e a municipal em conjunto com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).