Bolsonaro sanciona ajuda de R$ 60 bi a estados e municípios com veto a reajuste de servidores

  • Por Jovem Pan
  • 28/05/2020 07h46
EFE/ Joédson AlvesBolsonaro sancionou com vetos projeto de ajuda financeira a estados e municípios

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de socorro financeiro a estados e municípios afetados pela crise do novo coronavírus. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28).

Bolsonaro atendeu aos pedidos de Paulo Guedes e sua equipe econômica e vetou o reajuste salarial para servidores até 2021. Ele também rejeitou parte do texto que permitia que os estados e municípios suspendessem o pagamento de dívidas com bancos e organismos internacionais.

O prazo para sanção se encerrou na quarta-feira. O projeto havia sido aprovado pelo Congresso Nacional em 6 de maio e o presidente já havia sinalizado, após reunião com governadores, que aprovaria o texto.

Segundo a proposta, a União transferirá a estados e municípios R$ 60 bilhões, em valores divididos em quatro parcelas mensais. Do montante, R$ 50 bilhões serão para compensar a queda de arrecadação (30 bilhões para estados e DF; 20 bilhõs para municípios) e R$ 10 milhões para medidas de saúde e assistência social.

Agora, o Congresso Nacional analisará os vetos presidenciais e poderá derrubá-los. Não há prazo para a análise.