Suspeito de matar duas jovens em Pernambuco é preso após oito dias de buscas

Edson Cândido Ribeiro teria estuprado e assassinado duas garotas, de 18 e 19 anos, em cidade da zona da mata pernambucana

  • Por Jovem Pan
  • 07/02/2022 16h18
Divulgação / Polícia Civil de Pernambuco Edson Cândido Ribeiro: homem branco de 35 anos, foi preso por suspeita de dois assassinatos Caçada por Edson Cândido Ribeiro durou oito dias

A Polícia Civil de Pernambuco confirmou nesta segunda, 7, que prendeu Edson Cândido Ribeiro, de 35 anos, suspeito de matar as jovens Jailma Muniz de Souza, de 19 anos, e Kauany Mayara Marques da Silva, de 18 anos, na cidade de Glória do Goitá, na zona da mata do Estado. Ribeiro foi alvo de uma busca que durou oito dias que contou com dezenas de policiais, helicóptero, drones, carros e motocicletas, e conseguiu localizá-lo na zona rural da cidade de Vitória de Santo Antão. O suspeito foi conduzido para a Delegacia de Caruaru e já há um mandado de prisão temporária contra ele, expedido pela Comarca de Glória do Goitá.

Edson era procurado desde o dia 31 de janeiro, quando Jailma foi estuprada e morta a facadas. Kauany estava desaparecida desde 29 de janeiro, e o corpo da jovem, que também apresentava sinais de violência sexual, foi encontrado em um bueiro no dia 1º de fevereiro. Ela teria um relacionamento com Edson. A Polícia ainda investiga se foi Edson quem perseguiu a empregada doméstica Marinalva dos Santos na madrugada do dia 31 – Marinalva conseguiu escapar e registrou queixa na delegacia. O suspeito já havia sido condenado por estupro e roubo em setembro de 2014: na vara única da comarca de Pombos, ele foi sentenciado a nove anos de detenção pelo crime sexual e a quarto anos e cinco meses pelo roubo, e estava em liberdade condicional desde outubro de 2021.