‘Uma vergonha e deplorável’, diz Doria sobre discurso de Alvim

  • Por Jovem Pan
  • 17/01/2020 14h41
FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDOO governador de São Paulo, João Doria

O governador de São Paulo, João Doria, classificou nesta sexta-feira (17) a fala do ex-secretário especial da Cultura, Roberto Alvim, como “deplorável”.

Alvim foi demitido após divulgar um vídeo nas redes sociais da pasta em que afirmava que “a arte brasileira da próxima década será heroica e imperativa”. O discurso se assemelha ao do ministro da Alemanha nazista Joseph Goebbels ao se referir à arte alemã.

As falas de Alvim provocaram reações nos mais diversos setores da sociedade e também no Congresso Nacional. Doria também repudiou as declarações, assim como o presidente Jair Bolsonaro e o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

“Meu repúdio à fala do, agora, ex-Secretário da Cultura do Governo Federal, Roberto Alvim. Lamentável que nos dias de hoje alguém faça apologia ao nazismo. Uma vergonha e deplorável, sobretudo por vir de um representante público”, escreveu o governador do Estado de São Paulo no Twitter.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, declarou que é ‘inadmissível termos representantes com esse tipo de pensamento. Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, afirmou que Alvim havia “passado dos limites”.