Centenas de refugiados tentam pegar trens na Bulgária rumo à Alemanha

  • Por Agencia EFE
  • 31/08/2015 14h20

Budapeste, 31 ago (EFE).- Centenas de refugiados causaram alvoroço nesta segunda-feira na estação ferroviária de Budapeste para conseguir subir nos trens que têm como destino Alemanha e Áustria, depois que, por razões ainda desconhecidas, os policiais que os viagiavam sumiram.

Assim o informou o portal de notícias “Origo”, segundo o qual por volta das 10h local (5h, em Brasília) cerca de 300 pessoas tentavam comprar bilhetes e assegurar um lugar em um dos trens que vão para o Ocidente.

Muitas pessoas que esperam conseguir asilo na Alemanha, Áustria ou em um país escandinavo estavam há dias congregadas na estação e pedindo que deixassem seguir viagem.

Segundo o citado portal, nesta manhã os policiais que estavam no lugar “de repente desapareceram”.

A agência austríaca “APA” informou que pouco antes, o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, manteve uma conversa com a chanceler alemã, Angela Merkel, sobre a crise de refugiados na Hungria.

As autoridades húngaras interceptaram entre sexta-feira e domingo 8.792 refugiados que cruzaram a fronteira de forma ilegal, apesar de no sábado terminar a construção de uma cerca na fronteira com a Sérvia concebida para frear a imigração.

A maioria das pessoas que chegam à Hungria fugindo de países em conflito não pretende ficar no país húngaro, mas seguir o caminho para países mais ricos, onde em muitos casos podem se reunir com parentes ou amigos. EFE