Cristãos iraquianos fogem de Mossul após fim de prazo dado por jihadistas

  • Por Agencia EFE
  • 18/07/2014 16h02

Mossul (Iraque), 18 jul (EFE).- Grupos de cristãos fugiram nesta sexta-feira de Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, tomada pelo Estado Islâmico (EI) em 10 de junho, após o fim do prazo concedido pelos jihadistas para que deixassem a localidade.

O pároco de uma igreja da cidade vizinha de Al Hamdaniya, Bashar al Kadia, disse à Agência Efe que mais de 110 famílias se refugiaram no povoado e outras 20 foram para a localidade de Bashiga. EFE