Ações do Twitter despencam após Elon Musk suspender compra da rede social

Bilionário afirma que ainda está comprometido em concluir a negociação

  • Por Jovem Pan
  • 13/05/2022 16h56
Pixabay/PhotoMIX-Company Celular aberto na tela de login do Twitter Valor da rede social havia disparado após anúncio de compra

As ações do Twitter apresentam forte baixa nesta sexta, 13, após Elon Musk usar a própria rede social para afirmar que estava suspendendo a negociação para adquiri-la. Embora tenha dito mais tarde que continuava comprometido com a aquisição, as perdas não foram totalmente recuperadas, e os papéis da empresa negociados na Bolsa de Valores Nasdaq apresentam queda de 9,79% somente hoje – o preço unitário da ação era de US$ 45,05 (R$ 227,68) no fechamento da quinta, 12, despencou na pré-abertura e agora está em US$ 40,73 (R$ 205,85). Musk havia oferecido US$ 54,20 (R$ 273,93) por cada ação em sua proposta de compra, há duas semanas, quando houve uma disparada no valor da rede social. Desde então, o Twitter viu as ações começarem a cair, assim como outras empresas de tecnologia, devido à busca de investidores por ativos seguros em meio a alta na inflação e nos juros. Agora, com os problemas na negociação, nova queda e mais preocupação para os donos dos papéis.