Analista que ‘previu’ Bitcoin a US$ 40 mil dá novo aviso: agora, a criptomoeda pode ir a US$ 70 mil; entenda

Ele antecipou um ciclo de alta do Bitcoin há pouco tempo e acredita que agora a criptomoeda pode ir ainda mais longe; saiba como aproveitar

  • Por Conteúdo Patrocinado
  • 18/01/2024 13h43
Freepik Foto estilizada de Bircoin Desde o dia 2 até agora, o Bitcoin já entregou 7,52% de rentabilidade

O Bitcoin foi, sem sombra de dúvidas, o melhor investimento de 2023. A maior criptomoeda do mundo entregou uma rentabilidade de 160%, mais do que dobrando o dinheiro de quem investiu no começo do ano passado. Agora, em 2024, parece que o otimismo ainda não acabou. Pelo contrário, está só começando. Desde o dia 2 até agora, o Bitcoin já entregou 7,52% de rentabilidade. O especialista Paulo Camargo, que antecipou a alta do Bitcoin acima dos US$ 40 mil em dezembro, três dias antes de ela acontecer, falou recentemente sobre valorizações exponenciais que podem acontecer dentro do segmento a partir de dois eventos que se aproximam.

E pode vir muito mais por aí. Na opinião do especialista Paulo Camargo, podemos ver o Bitcoin rompendo a máxima histórica de aproximadamente US$ 70 mil neste ano. Isso por conta de três gatilhos que devem ser disparados em 2024 e contribuir para valorização de todo o mercado de criptomoedas. São eles:

  1. Aprovação dos ETFs de Bitcoin na Bolsa americana;
  2. Queda de juros nos EUA;
  3. Halving do Bitcoin

O primeiro gatilho foi disparado nesta semana, na última quarta-feira, 10 — e isso foi o principal fator por trás da alta que levou a criptomoeda a quase US$ 50 mil. Agora, quando os outros dois gatilhos forem disparados, devemos ver valorizações realmente expressivas. E o melhor: algumas criptomoedas menores, com mais potencial de crescimento, podem subir ainda mais que o Bitcoin e transformar pessoas comuns em milionários. Duvida que isso pode acontecer? Pois eu vou te provar que já aconteceu há pouco tempo — e os elementos estão na mesa para que esse ciclo generalizado de alta se repita.

Atenção: não feche esta página se quiser buscar lucros com criptomoedas em 2024

Em entrevista recente ao programa Onde Investir, o especialista em criptomoedas Paulo Camargo afirmou: “A gente acredita que 2024 deve ser um ano muito bom. Inclusive, potencialmente a gente deve ver o Bitcoin em novas máximas históricas.” 

Caso você não saiba, o maior preço que o Bitcoin já atingiu foi de US$ 69.044,77, em 10 de novembro de 2021.

Fonte: CoinGecko

Ou seja, apenas uma recuperação para esse patamar já seria suficiente para trazer uma valorização de 53% para o ativo — isso mesmo depois de a criptomoeda subir 160% em 2023. E o upside é ainda maior para criptomoedas menores. Em outros ciclos de alta, esses ativos menores já chegaram a subir 17x mais que o Bitcoin. Ou seja, cada R$ 1.000 de lucro no Bitcoin já se transformaram em até R$ 17 mil de lucro com criptomoedas menores em ciclos passados. O material que você vai ler aqui contém os principais motivos pelos quais o especialista acredita que esse ciclo de alta virá em 2024.

Não é um conteúdo raso e facilmente digerível como os que você vê nas redes sociais — e nem deveria ser assim. As informações presentes aqui são extremamente relevantes para sua carteira de investimentos, e devem ser tratadas com a seriedade devida. Portanto, não feche esta página até saber exatamente por que essas criptomoedas podem subir tanto. Você pode deixar a maior oportunidade financeira de 2024 na mesa, simplesmente por preguiça. Não faça isso. Aqui vai um spoiler: no final, você vai saber como ter acesso a uma lista completa com as criptomoedas de maior potencial para 2024.

Primeiro gatilho já foi disparado: aprovação dos ETFs de Bitcoin

Desde o ano passado, várias empresas vêm argumentando com a SEC (órgão equivalente à CVM brasileira) para aprovar a criação de um ETF de Bitcoin na Bolsa americana. Um ETF é um veículo de investimentos muito mais democrático do que a compra de criptomoedas em si, visto que você pode comprar e vender dentro da Bolsa, sem precisar abrir conta em uma corretora especializada. A facilidade e segurança que um ETF proporciona também torna esse mercado bastante atraente para os investidores institucionais — aqueles que têm bilhões de dólares para investir e “fazem preço” no mercado. Pois bem, depois de uma longa novela, a SEC aprovou a criação de 11 ETFs no mercado americano. E isso foi suficiente para, já no primeiro dia de negociações, colocar um valor gigante para dentro do mercado cripto.

Bitcoin (BTC) dispara e supera os US$ 47 mil, após a aprovação de ETFs pela SEC (Fonte: Money Times)

Esse é o motivo por trás das altas recentes — mas as altas que potencialmente ainda estão por vir têm a ver com fatores mais estruturais para o preço.

GRATUITO: QUERO SABER QUAIS CRIPTOMOEDAS PODEM SUBIR MAIS QUE O BITCOIN EM 2024

Segundo gatilho: o halving do Bitcoin

Caso você não saiba, o halving é uma atualização do protocolo do Bitcoin que reduz a produção de novas moedas pela metade. Os bitcoins aos quais eu e você temos acesso são ‘produzidos’ por mineradores – pessoas com computadores ultrapotentes que resolvem problemas matemáticos para produzir unidades da criptomoeda. A questão é que o Bitcoin possui uma quantidade finita de unidades que podem existir. Ele tem o limite de 21 milhões — e esse limite nunca será ultrapassado. A cada 10 minutos, um novo problema matemático é liberado dentro do protocolo, e novos bitcoins são criados quando algum minerador os resolve. Mas, a cada quatro anos, acontece o Halving – e o número de bitcoins que é criado nesse processo cai pela metade.

Imagem ilustrativa do halving no Bitcoin (Imagem: DeltecBank)

Aí, entra uma simples questão de oferta e demanda. Se existe uma quantidade igual (ou até maior) de pessoas querendo comprar bitcoins, e cada vez menos bitcoins disponíveis… O preço tende a disparar. Isso sem levar em conta que, quanto mais o tempo passa, mais o Bitcoin torna-se um protocolo seguro e cumpre o que se propõe, o que também tende a aumentar a demanda por unidades do ativo. A aprovação dos ETFs é parte fundamental desse processo de institucionalização. E se você já está convencido, calma: ainda falta mais um ingrediente nesse caldeirão de otimismo para as criptomoedas.

GRATUITO: QUERO SABER QUAIS CRIPTOMOEDAS PODEM SUBIR MAIS QUE O BITCOIN EM 2024

Terceiro gatilho: queda de juros nos EUA

Se você tivesse que dar apenas uma explicação para a queda do Bitcoin depois de novembro de 2021, quando a criptomoeda atingiu US$ 69 mil, qual seria? Claro, apenas uma explicação é insuficiente para entender um fenômeno tão complexo quanto a cotação dos preços no mercado. Mas existe, sem dúvidas, um fator que influenciou mais do que todos os outros: o aumento da taxa de juros nos EUA. Depois da pandemia, muitos países passaram a enfrentar altas na taxa de inflação. Para os bancos centrais, isso significa apenas uma coisa: aumentar a taxa de juros. Os EUA fizeram isso com gosto — a taxa de juros americana subiu mais do que nas últimas duas décadas.

Isso é um problema para os ativos de risco, por um motivo bastante simples: imagine que você é um investidor institucional, com R$ 1 bilhão de dólares para investir. Você toparia assumir o risco de comprar uma criptomoeda, ativo com rentabilidade 100% incerta, enquanto o governo americano está pagando o maior juro dos últimos 22 anos — e isso no investimento mais seguro do mercado?

É óbvio que isso cria incentivos para que os investidores se afastem dos mercados de risco, como ações e criptomoedas, e comecem a focar nos mercados mais conservadores, como renda fixa. Mas isso está prestes a mudar. O mercado acredita que o Banco Central americano deve cortar os juros 3 vezes em 2024. Agora, o mais importante: quanto dinheiro você pode ganhar com isso?

Criptomoedas menores chegaram a valorizar 136.000% em ciclos passados

Preste bastante atenção no gráfico a seguir.

Gráfico mostrando valorização das criptomoedas pequenas em comparação ao Bitcoin Fonte: Coinmarketcap. Período: 12/01/2015 até 11/12/2017.

No ciclo de alta de 2015 (um ano antes do halving) a 2017 (um ano pós-halving), o Bitcoin subiu 8.000%, o que é uma valorização absurda. Mas as criptomoedas menores do que ele subiram, na média, 136.625%. Se você chegou até aqui, parabéns. É a esse tipo de potencial que, agora, você poderá se expor. É claro, retornos passados nunca são garantia de retorno futuro. Não há nenhuma garantia que o que aconteceu em 2017 vai se repetir em 2024.

Mas muitos elementos estão na mesa — e é impossível ignorar a oportunidade que está em jogo aqui. Até porque a recomendação de Camargo é que você invista apenas uma pequena parte do seu patrimônio nessas criptomoedas de maior potencial. Justamente por oferecerem mais upside, elas têm mais risco e devem ser tratadas com mais cautela. Mas essa é a boa notícia: esses ativos menores possuem um upside tão brutal que mesmo pouco dinheiro pode se tornar uma fortuna.

Se você tivesse investido apenas R$ 500 nesse ciclo de 2017, por exemplo, poderia ter embolsado R$ 683 mil. Isso mesmo. Apenas R$ 500 poderiam ter se transformado em quase R$ 700 mil nesse ciclo. Novamente: não há garantia de que isso vá acontecer novamente. Mas sejamos sinceros: R$ 500 é um preço pequeno a se pagar pela chance de mudar completamente de vida financeira. E você pode investir qualquer quantia nesses ativos, mais ou menos dinheiro, a depender do nível de risco que você tolera. O importante é não ficar de fora. Agora, em janeiro de 2024, você precisa ter essa lista de criptomoedas no seu portfólio se quiser buscar lucros consideráveis. E o especialista Paulo Camargo quer te ajudar com isso.

GRATUITO: QUERO SABER QUAIS CRIPTOMOEDAS PODEM SUBIR MAIS QUE O BITCOIN EM 2024

Veja como acessar a lista de criptomoedas pequenas com maior potencial para 2024

O especialista está elaborando um plano de investimentos para o ano, chamado de “R$ 1 milhão 2024″. Quem escutou as recomendações de Camargo e sua equipe nos últimos anos e investiu nas moedas da sua lista, já teve a chance de ganhar um belo dinheiro. Desde outubro de 2017, a carteira de criptomoedas da equipe acumula alta de 1.799% — isso mesmo com todas as quedas e crises que vivemos nos últimos seis anos. E não se preocupe: porque segundo os especialistas, agora as criptomoedas tendem a ir ainda mais longe. 

Basta lembrar que o objetivo do projeto é fazer com que pouco dinheiro se torne R$ 1 milhão começando em 2024. Por mais que a valorização de 160% do Bitcoin seja muito boa, dobrar o dinheiro investido não deixa ninguém milionário – a não ser que a pessoa já seja rica. Então, se você quer ficar milionário começando em 2024, o ideal é investir nesta lista de criptomoedas pequenas com alto potencial.

1 MILHÃO 2024: QUERO PODER FICAR MILIONÁRIO COM ESSAS CRIPTOMOEDAS

R$ 1 milhão na sua conta? A história da sua vida pode ser outra a partir do próximo dia 22

A decisão que você tomar aqui hoje pode ser a grande responsável por mudar a sua vida financeira para sempre. Se escolher não assistir à transmissão, a sua vida continua da maneira que está. Agora, se assistir à transmissão gratuita e investir pouco dinheiro nas moedas indicadas, abrirá uma oportunidade para que daqui a alguns anos ou meses você esteja milionário. A lista de criptomoedas que pode mudar a sua vida para sempre será revelada no próximo dia 22. E você pode assistir à transmissão gratuitamente clicando no link e se inscrevendo para o evento.

É uma aposta que definitivamente vale a pena ser feita. Ainda mais se tratando do departamento de análise que fez diversas pessoas ficarem milionárias com suas indicações. Os dados apontam que, se 2023 foi um ano bom, 2024 tende a ser um ano ainda mais explosivo. Muita gente vai pagar para ver e ficar de fora… Já outros vão ter a séria chance de ficar milionários sem trabalho ou esforço. Não custa nada ao menos saber do que se trata.

PLANO R$ 1 MILHÃO 2024: QUERO PODER FICAR MILIONÁRIO COM CRIPTOMOEDAS

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.