Demanda por bens industriais sobe 0,9% em abril, aponta IPEA

Produção nacional de bens avança 0,2% e importações crescem 3,3%

  • Por Jovem Pan
  • 27/06/2022 17h57
José Paulo Lacerda/CNI Trabalhadores operam linha de produção em uma indústria Demanda da indústria teve crescimento no acumulado de 12 meses, mas está em queda desde o início de 2022

A demanda por bens industriais no Brasil cresceu 0,9% em abril, frente ao resultado do mês de março, apontou o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), de acordo com o Indicador de Consumo Aparente de Bens Industriais. Entre os componentes do índice, produção nacional destinada ao mercado doméstico avançou 0,2%, enquanto a importação de bens industriais cresceu 3,3%. Na comparação com o mesmo mês de 2021, a demanda interna por bens industriais retrocedeu 3,7% em abril deste ano. No entanto, no acumulado em doze meses encerrados em abril, a demanda interna cresceu 1,7% e as importações de bens industriais avançaram 18,7%. No acumulado apenas dos quatro meses de 2022 contabilizados pelo IPEA, que tem como base de comparação o mesmo período do ano anterior, a demanda por produtos industriais no País recuou 5,7%.