Deputados avaliam impacto da inclusão da carne na cesta básica desonerada

Responsáveis pelo primeiro projeto de lei de regulamentação da reforma tributária estiveram reunidos no Ministério da Fazenda com o secretário extraordinário Bernard Appy

  • Por Jovem Pan
  • 08/07/2024 23h58
Reprodução/Jovem Pan News deputado-reginaldo-lopes-evento-grupo-lide-reforma-tributaria-reprocucao-jovem-pan-news Reginaldo Lopes é o porta-voz do grupo de deputados ligados a reforma tributária

Os deputados que compõem o grupo de trabalho do primeiro projeto de lei de regulamentação da reforma tributária estiveram reunidos no Ministério da Fazenda com o secretário extraordinário da reforma tributária, Bernard Appy, para calcular impactos na alíquota com alterações no texto, inclusive uma eventual inclusão da carne na cesta básica desonerada. Porta-voz do grupo, o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) argumenta que o relatório abriu espaço por introduzir medidas que ampliam a eficiência e combatem fraude e sonegação. “Nós estamos estudando as metodologias, calculando. Nós temos espaço para incluir outros pedidos, na cesta básica, na alíquota, inclusive a carne”, disse. Sobre os carros elétricos, Lopes repetiu que a proposta do grupo para a cobrança de imposto Seletivo sobre veículos é de proporcionalidade em relação ao potencial de poluição. Segundo o deputado, haverá uma reunião ainda nesta segunda-feira à noite com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Na terça-feira, os deputados vão discutir o texto no colégio de líderes. A expectativa de Lopes é de que o texto seja votado essa semana, mas alterações só serão feitas após a reunião de amanhã.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.