Dólar fecha a R$ 5,38, e bolsa revela ânimo com possibilidade de vacina

Com as notícias positivas sobre a vacina contra a Covid-19 da Moderna, a bolsa fechou a quarta-feira (15) com alta de 1,5%

  • Por Jovem Pan
  • 15/07/2020 18h22 - Atualizado em 15/07/2020 18h31
FERNANDA LUZ/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDODólar fechou em baixa nesta segunda-feira (27)

Com as notícias positivas sobre os testes da vacina contra o novo coronavírus, produzida pelo laboratório Moderna, o Ibovespa seguiu o ânimo da parte da manhã e fechou esta quarta-feira (15) com alta de 1,5%. O dólar, no entanto, não se afetou pelo otimismo da bolsa e registrou alta de 0,67%, fechando a R$ 5,38.

Para a analista de ações da Spiti, Cristiane Fensterseifer, o destaque da operação do Ibovespa desta quarta fica com a Embraer, que “registrou alta de 9,61% após a suíça Helvetic Airways revisar pedido para aviões maiores do que os originalmente solicitados e aumentar o pedido com quatro aeronaves, o que é bom para a empresa”. Ainda na bolsa, com a sanção do novo marco regulatório do Saneamento Básico, a Sabesp subiu 8,31%.

“A partir do novo marco, todos os novos contratos devem passar por licitação, gerando uma concorrência no setor tanto entre estatais quanto com concorrentes privados”, avalia Cristiane. Fechando o dia “com forte otimismo”, até mesmo as ações mais prejudicadas pela pandemia do novo coronavírus tiveram pregão positivo. “E foi o caso da CVC, que figurou entre as maiores altas, bem como as aéreas, com ganhos maiores que 4% ao longo do pregão”, disse a analista.

Na última sexta, o Ibovespa fechou aos 100.031 pontos, com alta de 0,88% em relação ao dia anterior, após notícias positivas sobre tratamento para a Covid-19. Desde o início de março, a B3 enfrenta instabilidades por causa das incertezas políticas e econômicas provocadas pela Covid-19.