Após greve, Petrobras calcula dano de R$ 55,9 mi com horas extras e trabalhadores temporários

A greve, que já durava 20 dias, chegou ao fim nesta sexta-feira (20) após acordo entre Petrobras e petroleiros

  • Por Jovem Pan
  • 21/02/2020 20h26
Petroleiros e Petrobras fecham acordo e colocam fim na greve

Os danos gerados a Petrobras pela greve dos petroleiros referentes a pagamento de horas extras e de salários de trabalhadores temporários é estimada em R$ 55,9 milhões. A informação consta do acordo assinado nesta sexta-feira (21) entre a estatal e representantes de sindicatos que pôs fim à greve iniciada no dia 1º de fevereiro.

O valor chega perto do total de multas impostas aos sindicatos em função da paralisação, fechado em R$ 58,8 milhões. A estatal, no entanto, receberá apenas 4,2% desse montante – R$ 2,47 milhões -, segundo a negociação realizada nesta sexta no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

Por outro lado, o combinado é que a Petrobras poderá descontar dos trabalhadores metade dos dias parados. Já a outra metade será compensada através de bancos de horas no prazo máximo de 180 dias. Não haverá punições por participação pacífica na greve.

*Com informações do Estadão Conteúdo