Guedes: Queda do PIB 2020 será ainda menor do que esperada

A previsão atual do ministério da Economia para o recuo do índice é 4,7%

  • Por Jovem Pan
  • 09/09/2020 13h02 - Atualizado em 09/09/2020 13h04
Washington Costa/Ministério da EconomiaO ministro ressaltou que as previsões de recuo do PIB caíram pela metade, quando consideradas a estimativas no início da pandemia de Covid-19,

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta quarta-feira, 9, que a queda da economia brasileira neste ano será ainda menor do que as previsões atuais de analistas. Segundo ele, a atividade econômica está se recuperando mais rapidamente do que o esperado. Em evento virtual do banco suíço de investimentos Credit Suisse, o ministro ressaltou que as previsões de recuo do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, caíram pela metade, quando consideradas a estimativas no início da pandemia de Covid-19, ficando atualmente entre 4% e 5%. “Vai ser menos do que isso. Estamos dando a volta por cima”, disse.

A previsão atual do ministério da Economia para a queda do PIB é 4,7%. No entanto, na semana passada, o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, disse que a projeção deverá ser revisada. “Todos os dados que temos indicam que o pior já passou”, disse o secretário. Paulo Guedes defendeu as reformas “estruturais” propostas pelo governo como o pacto federativo, com gatilhos para o controle de gastos públicos. Ele destacou ainda que o cronograma de privatizações será reformulado e serão anunciadas “2, 3, 4 grandes empresas a serem privatizadas”.“Estamos liberando o horizonte para os investimentos privados. Haverá um boom de investimentos privados nos próximos 10 anos, pelo menos”, afirmou.

*Com informações de Estadão Conteúdo