Coronavírus: Índices chineses fecham no menor nível em 13 meses

  • Por Jovem Pan
  • 23/03/2020 10h44
ReproduçãoAs perdas foram relativamente limitadas uma vez que Pequim sinalizou mais suporte para seus mercados

Os índices acionários da China fecharam nesta segunda-feira (23) no nível mais baixo em mais de um ano uma vez que as paralisações e restrições de viagens em todo o mundo para conter a pandemia de coronavírus provocam temores de uma recessão global.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, caiu 3,36%, no menor nível desde 22 de fevereiro de 2019, enquanto o índice de Xangai teve queda de 3,11%, no patamar mais fraco desde 11 de fevereiro de 2019.

As perdas foram relativamente limitadas uma vez que Pequim sinalizou mais suporte para seus mercados e conforme o número de novos casos cai no país.

O banco central da China já adotou uma série de medidas para conter o impacto econômico do surto, incluindo corte das taxas de empréstimo e do compulsório dos bancos, e distribuindo empréstimos baratos para empresas selecionadas.

Em Xangai, o índice SSEC perdeu 3,11%. Já o índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, retrocedeu 3,36%.

Além desses, outros índices do mundo também apresentaram queda como em Hong Kong (Hang Seng – 4,86%), Seul (Kospi -5,34%), Taiwan (Taiex -3,73%), Cingapura (Straits Times -7,35%) e Sydney (S&P/ASX 200 -5,62%).

*Com informações da Agência Brasil