Lira recebe parecer da reforma administrativa: ‘Queremos verificar o serviço público, e não o funcionário’

Em entrevista coletiva, o presidente da Câmara dos Deputados afirmou que a votação deverá ser feita entre os dias 14 e 15 de setembro

  • Por Jovem Pan
  • 31/08/2021 17h45 - Atualizado em 31/08/2021 20h45
Pablo Valadares/Câmara dos DeputadosPresidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) recebeu o parecer da proposta da reforma administrativa

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) recebeu o parecer da proposta da reforma administrativa no fim da tarde desta terça-feira, 31. Ao lado do presidente da Comissão Especial na Câmara, Fernando Monteiro (PP-PE), e do relator da matéria, Arthur Maia (DEM-BA), Lira falou sobre a proposta e disse que o Congresso não quer verificar os funcionários públicos, mas sim o serviço como um todo. “Essa presidência tem o prazer de entregar o compromisso de não ter nenhum direito adquirido violado por parte da proposta de reforma administrativa dos servidores atuais. Pelo contrário, essa estabilidade e alguns direitos permanecerão mesmo para os novos entrantes, mesmo com algumas atualizações e inovações que são necessárias para que, de acordo com o propósito da reforma administrativa, a gente possa dar ao Brasil um Estado mais leve, moderno e que possa mensurar o serviço público para os brasileiros. Nunca fez parte da vontade deste Congresso Nacional fazer verificação de funcionário público e sim de serviço público. E é atrás disso que nós andamos”, afirmou Lira. Além disso, o presidente da Casa disse que o texto será protocolado ainda hoje e deverá ser votado daqui duas semanas, nos dias 14 e 15.