Pessimismo do brasileiro com a economia do país diminuiu, diz Datafolha

Ao menos 35% da população diz acreditar que a situação do Brasil vai piorar nos próximos meses; na pesquisa anterior, percentual era de 65%

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2021 15h55 - Atualizado em 16/07/2021 17h25
PixabayOtimismo em relação a economia é maior entre os mais ricos

Ao menos 35% da população diz acreditar que a situação econômica do Brasil vai piorar nos próximos meses, segundo pesquisa Datafolha realizada nos dias 7 e 8 de julho e divulgada nesta sexta-feira, 16. Na pesquisa anterior, de março, o percentual era de 65%. O número de brasileiros que afirmam esperar uma melhora na situação também aumentou de 11% para 30%. No entanto, 32% acham que tudo vai se manter como está. Entre os brasileiros mais pobres, com renda mensal de até dois salários mínimos, 22% acreditam que a situação financeira vai piorar. Já entre que recebem acima de dez salários mínimos, 38% dizem esperar uma melhora. O otimismo em relação à economia é maior entre os mais ricos, empresários, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro e moradores das regiões Centro-Oeste e Norte. Já os desempregados, moradores do Nordeste e pessoas que pretendem votar no ex-presidente Lula em 2022 são mais pessimistas. O Datafolha entrevistou 2.074 pessoas em todas as regiões do país e a margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.