Reforma é melhor com potência fiscal de R$800 bi e inclusão dos Estados, diz Guedes

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2019 14h24
O ministro da Economia, Paulo Guedes

Ao entregar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do pacto federativo ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou também que é melhor a reforma da Previdência aprovada com potência fiscal de R$ 800 bilhões acompanhada de ajuste nos Estados e municípios do que uma economia fiscal de R$ 1 trilhão sem a inclusão desses entes.

Guedes acompanhou o presidente Jair Bolsonaro durante entrega de pacote de medidas econômicas no Congresso na manhã desta terça-feira (5). “Eu quero agradecer muito o apoio do Senado, que trouxe também numa reforma recente Estados e municípios para a reforma previdenciária, fortalecendo também a nossa federação”, disse Guedes.

“É melhor uma reforma onde a União tem R$ 800 bilhões e os Estados e municípios estão dentro e fortalecidos do que uma de R$ 1 trilhão onde os Estados e municípios estão fora”, afirmou.

O ministro agradeceu ao senador e relator, Tasso Jereissati (PSDB-CE), pela condução da reforma e por incluir Estados e municípios no processo, que, na sua avaliação, fortalece a federação.

*Com informações do Estadão Conteúdo