Instalação de câmeras reduziu pela metade índice de crimes em Montevidéu

  • Por Agencia EFE
  • 24/12/2014 13h28

Montevidéu, 24 dez (EFE).- Em seu primeiro ano de funcionamento, as câmaras de segurança instaladas em Montevidéu ajudaram a reduzir em 50% o número de delitos, informou nesta quarta-feira o Ministério do Interior do Uruguai.

Atualmente trabalham na vídeovigilância policial 100 funcionários e por intervenção direta ou indireta das câmaras 115 pessoas foram processadas.

As regiões da capital onde ela é usada mostraram resultados muito satisfatórios, segundo o diretor do Centro de Comando Unificado (CCU), Robert Taroco.

“A avaliação é totalmente positiva. Tivemos uma média percentual de 50% de diminuição dos índices delitivos”, indicou Taroco.

A vídeovigilância é uma das “apostas fortes” do governo de José Mujica, e o Ministério do Interior está estendendo este sistema a outras partes da capital e do país.

A insegurança é a principal preocupação dos uruguaios, segundo pesquisas.

Mas mesmo assim, nas eleições de 26 de outubro os eleitores rejeitaram, por 53%, em um referendo proposto pela oposição conservadora, diminuir a maioridade penal de 18 para 16 anos. EFE