Bebê morre de hipertermia após ser esquecida por oito horas em carro nos EUA

Autoridades informaram que a temperatura do veículo pode ter atingido entre 54 e 76 graus Celsius

  • Por Jovem Pan
  • 07/07/2023 05h40 - Atualizado em 07/07/2023 09h28
STEFANI REYNOLDS / AFP dia da independência eua Bebê foi esquecida em 4 de julho, Dia da Independência, quando os pais voltaram para casa à noite, vindos de uma festa em Lakeland

Uma bebê de 1 ano e 6 meses morreu de hipertermia depois de ter sido deixada dentro de um carro estacionado ao ar livre no centro da Flórida, nos Estados Unidos, durante cerca de oito horas. De acordo com autoridades americanas, os pais foram detidos e acusados de “homicídio involuntário agravado de um menor de idade”. O caso ocorreu em 4 de julho, Dia da Independência, quando Joel e Jazmine Rondon, ambos de 33 anos, os pais da criança, voltaram para casa à noite após uma festa em Lakeland. A criança ficou presa na cadeirinha no banco traseiro. Apenas às 11 horas do dia seguinte o pai, depois de não ter encontrado a menina em casa, a procurou e encontrou no carro sob um “calor extremo”, informou o xerife do condado de Polk em comunicado. Em pânico, Joel Rondon tirou a menina, ainda presa à cadeirinha, a levou para dentro de casa e depois, junto com a esposa, para o Lakeland Regional Health Medical Center, onde os médicos constataram a morte da bebê. A temperatura interna do corpo da menina atingiu 40,02 graus Celsius. A autópsia determinou que a criança morreu de hipertermia. “O carro estava estacionado no exterior, não em uma garagem, nem debaixo de uma árvore, nem à sombra. A investigação mostra que a temperatura do carro pode ter estado entre 130 e 170 graus (Fahrenheit) nesse momento”, ou seja, entre 54 e 76 graus Celsius, disse o xerife Grady Judd. As autoridades americanas disseram que os pais testaram positivo em testes de álcool e maconha, que tinham consumido na festa, e Joel Rondon também testou positivo para metanfetamina. O Departamento de Crianças e Famílias da Flórida conduz uma investigação sobre o caso. Pesquisa da organização No Heat Stroke aponta que deixar uma criança dentro de um veículo resultou em 950 mortes por insolação (hipertermia) apenas nos Estados Unidos desde 1998 até hoje. Até agora, neste ano, foram registradas dez mortes de crianças por insolação nos Estados Unidos (incluindo a menina de Lakeland), enquanto em 2022 foram computadas 33 mortes.

*Com informações da EFE.

Comentários

Conteúdo para assinantes. Assine JP Premium.