Caixas-pretas e destroços são localizados próximos a local que avião caiu na Indonésia

Mergulhadores locais encontraram partes de corpos e peças de roupa perto das últimas coordenadas da aeronave

  • Por Jovem Pan
  • 10/01/2021 08h56 - Atualizado em 10/01/2021 10h28
EFE/EPA/ADI WEDA - 10/01/2020De acordo com as autoridades, em comunicado, é certeza de que o avião caiu naquele ponto exato

Mergulhadores encontraram, neste domingo, 10, destroços de um Boeing 737-500 que caiu no sábado, 9, no Mar de Java, na Indonésia. A aeronave com 62 pessoas a bordo perdeu o contato poucos minutos após decolar na capital, Jacarta, e caiu. Os destroços estavam localizados a 23 metros de profundidade. Entre eles estão as caixas-pretas do avião, de acordo com as autoridades locais. Além de pedaços da fuselagem, foram descobertos partes de corpos e peças de roupa. Não há sinais de sobreviventes.

“Graças a Deus e às orações do povo indonésio, encontramos o local onde o SJ 182 caiu e neste momento os soldados das Forças Armadas, especialmente da Marinha, estão ajudando o Basarnas (a agência indonésia de busca e resgate) a recuperar os destroços”, declarou o chefe do Basarnas, Bagus Puruhito, em entrevista coletiva em Jacarta. Segundo informações, ao longo do dia, equipes de resgate de várias agências coordenadas entregaram um total de cinco bolsas com restos mortais às autoridades e três com partes do avião.

De acordo com as autoridades, em comunicado, é certeza de que o avião caiu naquele ponto exato. Os destroços foram localizados após um equipamento de navio detectar sinais de que a aeronave estava próxima das coordenadas do último contato feito pelos pilotos antes do desaparecimento. Ainda não se sabe o que causou os acidente. O Boeing realizava um voo doméstico entre Jacarta e Pontianak, capital da província de West Kalimantan. Segundo o site de monitoramento de voo Flightradar24, a aeronave perdeu dez mil pés de altitude em um minuto e perdeu o contato às 14h40 (horário local, 7h40 GMT).

O presidente do país, Joko Widodo, expressou suas condolências pela tragédia e afirmou estar acompanhando de perto as operações de busca e resgate. “Minhas preces e simpatia estão com as famílias e parentes dos passageiros e da tripulação. Espero que eles recebam paciência e força”, escreveu o chefe de governo em sua conta no Twitter. Widodo também disse ter recebido ordens do Comitê Nacional de Transporte e Segurança (KNKT) para conduzir uma investigação sobre o acidente.

*Com informações da EFE