Chile inicia aplicação da quarta dose da vacina contra Covid-19 na próxima segunda-feira

Pessoas imunossuprimidas serão as primeiras a receberem os imunizantes; a partir de 7 de fevereiro, as novas doses serão aplicadas em maiores de 55 anos

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2022 16h55
EVANDRO LEAL/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO Profissional da saúde aplica vacina em pessoa Quarta dose começa a ser aplicada em imunossuprimidos do Chile na segunda-feira

O governo do Chile anunciou nesta quinta-feira, 6, que começará a aplicar a quarta dose da vacina contra a Covid-19 na próxima segunda em pessoas imunossuprimidas e a partir de 7 de fevereiro naqueles com mais de 55 anos que já tenham tomado a dose de reforço há pelo menos seis meses. “A nova variante Ômicron está se expandindo rapidamente em todo o mundo e, embora em uma extensão muito menor, também está afetando o Chile”, disse o presidente chileno, Sebastián Piñera, em uma aparição pública. Após a volta das festas de fim de ano, o Chile registrou nesta quinta 3,1 mil novos casos de Covid-19, o maior número desde o início de julho, embora a pressão hospitalar permaneça muito baixa e ainda haja mais de 250 leitos disponíveis para pacientes em estado crítico. As infecções pela variante Ômicron giram em torno de 700, 80% das quais correspondem a viajantes, na sua maioria dos Estados Unidos, segundo dados do Ministério da Saúde. “A experiência nos mostra que a eficácia das vacinas e também das doses de reforços diminui com o tempo e, também, com o surgimento de novas variantes”, alertou o presidente.

*Com informações da EFE