China detecta vestígios de coronavírus em frangos importados do Brasil

Todas as pessoas que poderiam ter tido contato com a carne também passaram por testes

  • Por Jovem Pan
  • 13/08/2020 09h20
Tasso Marcelo/Estadão ConteúdoA agência recomendou que os consumidores sejam cautelosos ao comprar carne e frutos do mar importados

A cidade de Shenzhen, na província de Guangzhou, no sul da China, encontrou traços do novo coronavírus em amostras de um lote de asas de frango congeladas importadas do Brasil. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (13) pela imprensa local. O Centro de Prevenção e Controle de Doenças garante ter encontrado os restos na superfície de uma amostra deste produto — e que os testes de ácido nucleico que foram realizados deram positivos, segundo o jornal estatal chinês Global Times.

Como resultado, todas as pessoas que poderiam ter tido contato com o produto em questão também tiveram que passar por testes, que até o momento foram negativos. Além disso, todos os lotes do produto contaminado que já foram vendidos foram rastreados e confiscados pelas autoridades, acrescentou o jornal. A agência recomendou que os consumidores sejam cautelosos ao comprar carne e frutos do mar importados e tomem “precauções para reduzir o risco de infecção”.

Este não é o primeiro caso dessas características na China, já que ontem, na cidade de Wuhu, pertencente à província de Anhui, também foram encontrados vestígios da Covid-19 nas embalagens de camarão importado do Equador, enquanto em uma cidade portuária da província de Shandong, foram detectados vestígios nas embalagens de peixe congelado. Em 10 de julho, a China suspendeu as importações de camarão branco congelado de três empresas equatorianas. Segundo informações da CCTV, todas as lojas da cidade com mercadorias relacionadas foram fechadas.

*Com informações da EFE