Conta de filho de Trump no Twitter é limitada por ‘compartilhar desinformação’

Donald Trump Jr. teve acesso à sua conta limitado por 12 horas após publicar vídeo com os benefícios da hidroxicloroquina contra a Covid-19

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2020 14h58 - Atualizado em 28/07/2020 15h55
Flickr/Gage SkidmoreSegundo o Twitter, o filho do presidente dos EUA violou as regras da rede

O Twitter suspendeu temporariamente nesta terça-feira, 28, a conta de Donald Trump Jr., um dos filhos do presidente dos Estados Unidos. A justificativa dada pela empresa foi a de que o empresário “compartilhou desinformação” sobre a Covid-19, por isso sua conta terá “funcionalidade limitada durante 12 horas”. De acordo com a imprensa americana, o tuíte que motivou a punição, já retirado da plataforma, trazia um vídeo sobre os supostos benefícios da hidroxicloroquina no combate ao novo coronavírus.

O anúncio de que o perfil de Trump Jr. havia sido suspensa foi feito porta voz do empresário, Andrew Surabian, no Twitter. Ele acusou a empresa de ser “a maior ameaça à liberdade de expressão. Por meio da conta de sua equipe de comunicação, o Twitter diz que o conteúdo precisou ser deletado por violar as regras da rede.  A imprensa americana diz ainda que o próprio presidente retuitou o mesmo vídeo, mas, nesse caso, não houve suspensão da funcionalidade da conta.

Em maio, a empresa de tecnologia classificou, pela primeira vez, duas publicações de Trump como “potencialmente enganosas”. Ele dizia que uma iniciativa da Califórnia em criar um projeto de uso de votação com cédulas enviadas por correio levaria a uma “eleição fraudulenta”. No mês passado, um outro post feito por ele, dessa vez sobre o uso de força em protestos antirracistas, foi ocultado. Trump é defensor na hidroxicloroquina e já criticou o Twitter várias vezes pelo que considera um viés contrário a ideias e políticos conservadores, mas a rede argumenta que apenas aplica suas regras de uso.

*Com informações do Estadão Conteúdo