Duas pessoas morrem esfaqueadas em suposto ataque terrorista em Londres

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2019 19h57
Reprodução/TwitterO ataque começou em um prédio em uma extremidade da ponte, conhecido como Fishmongers' Hall

Ao menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas nesta sexta-feira (29) após serem esfaqueadas por um suposto terrorista nas imediações da Ponte de Londres, segundo fontes do governo britânico, que também informaram que o próprio criminoso, que usava um colete explosivo, morreu após ser baleado por policiais.

O ataque começou em um prédio em uma extremidade da ponte, conhecido como Fishmongers’ Hall, de acordo com a comissária chefe da polícia da capital britânica (Scotland Yard), Cressida Dick, que concedeu uma entrevista coletiva. Ela alertou que as investigações continuam para que sejam descobertas as motivações do terrorista e se havia outros envolvidos.

“Vamos trabalhar o mais rápido possível para tentar compreender quem era esse homem, de onde vinha e se há alguém mais a quem devemos encontrar rapidamente”, declarou.

Imagens dos momentos seguintes ao ataque mostram um grupo de pessoas com roupas civis rendendo o autor em uma das calçadas da ponte, antes que os policiais o matassem.

O secretário do Interior, Priti Patel, e o primeiro-ministro, Boris Johnson, manifestaram-se nas redes sociais. Patel declarou-se “muito preocupado”com o incidente e solidário com as pessoas afetadas. Já Johnson destacou a “imediata resposta” da polícia e da emergência médica, e afirmou que está sendo informado sobre a evolução dos acontecimentos.

Esfaqueamento em Haia

Várias pessoas também foram esfaqueadas na tarde desta sexta-feira em uma rua comercial de Haia, na Holanda. A polícia local informou que os serviços de emergência estão no local do incidente. Segundo os agentes, o atacante, que fugiu, é um homem que aparenta idade entre 45 e os 50 anos e vestia roupas esportivas de cor cinza.

* EFE